Aperitivo do bem!

Aperitivo do bem!

Seja pra acompanhar o lanche do final de semana ou na hora de curtir um baita pé de moleque, o amendoim está no cardápio de 75% brasileiros. Surpreendente né? Quando se fala em amendoim, a maioria da galera já saliva de vontade, mas logo lembra da grande quantidade de calorias que ele tem.  Esse também é o teu caso? Então te liga na notícia boa: assim como todos os alimentos, se essa oleaginosa for consumida de forma adequada, faz muito bem à saúde!

 

Por causa da sua característica rígida, ele precisa ser mastigado várias vezes, o que aciona a sensação de saciedade pelo sistema nervoso central e faz com que a fome demore mais pra aparecer.  O amendoim também é um baita aliado do coração, pois diminui o colesterol ruim (LDL), afastando o risco de doenças cardiovasculares. Além disso, ele é indicado pra afastar a fadiga, o mau humor, a dermatite e a seborreia; e também alivia o estresse, diminui a pressão arterial, combate o enfraquecimento das unhas e cabelos, possui ação anti-inflamatória, previne o envelhecimento e até o desenvolvimento de tumores! É muita coisa boa pra uma sementinha tão pequena né?

 

Mas apesar de todos os benefícios, é preciso saber consumir, já que no mercado existem diversos tipos de amendoim, como as versões com cascas coloridas que são super ricas em sódio. Pra fugir desse tipo de armadilhas, o ideal é comprar aquele amendoim mais simples e torrar em casa mesmo! Pra quem optar pelo industrializado, a dica é procurar marcas com o selo da Fundação Pró-Amendoim, que fiscaliza todas as etapas de produção do petisco e garante sua boa procedência.

 

O consumo recomendado é de 30g por dia (uma xícara de café), equivalentes a cerca de 142 calorias. O amendoim é uma ótima opção de lanche entre as refeições, já que garante saciedade por mais de duas horas e inibe a ingestão de alimentos mais calóricos, auxiliando na reeducação alimentar.

 

Já tá com água na boca? Então vem conferir as formas mais populares de encontrar o amendoim por aí!

 

Torrado: preserva todos os nutrientes da oleaginosa e deve ser preferência na hora da escolha!

 

Paçoca: cuidado, pois o açúcar vem em excesso, e tem gordurinha também. Melhor consumir só de vez em quando!

 

In natura: 100% liberado, já que até a casca vermelha é nutritiva! Quem quiser pode torrar pra deixar ainda mais gostoso.

 

Pé-de-moleque: essa versão é armadilha pra dieta por causa do caramelo, que é cheio de açúcar! Deve ser ingerida com pouca frequência.

 

Japonês: tem bastante sódio e gordura. Aqueles da casquinha colorida entram aqui também! Moderação no consumo é o segredo.

 

Ovinho de amendoim: mesmas características do amendoim japonês, mas com um pouco menos de gordura e sódio.

.

Pasta de amendoim: se antes os maiores problemas dessa versão eram o açúcar e a gordura, atualmente já existem várias opções integrais e sem açúcar, super saudáveis!

 

Entendeu tudo? Então escolhe tua versão preferida e #partiu curtir essa delícia com a galera!

 

 

Tags: